Um comunicado da direção da Chesf que foi divulgado na ultima segunda-feira dia 21, se espalhou rapidamente nas redes sociais e vem preocupando pauloafonsinos, santa-brigidense, glorienses e cidades circunvizinhas da Bahia, alem dos estados de alagoas, Sergipe e pernambuco.

Na nota, a Chesf informa que vai adotar medidas duras, visando reduzir despesas com o Hospital Nair Alves de Souza (HNAS).

Com estas medidas, o município de Santa Brigida também entra em jogo, pois nos casos de mais emergência, a população recorre ao Hospital Nair Alves de Souza (HNAS).

Esta é a hora dos políticos que receberam votos, independentemente de partidos, em Paulo Afonso e região, se unirem para encontrar uma solução para o Hospital Nair Alves de Souza  (HNAS).

De acordo com as informações obtidas pelo portal PA4.com.br, os cortes vão desde a suspensão total das cirurgias eletivas no âmbito do referido hospital a partir do dia 1º de março de 2019; ao fechamento da urgência do HNAS no horário das 19h às 7h; mesma data em que será extinto o atendimento de ortopedia; número de postos médicos obstetras urgentistas será reduzido de 02 (dois) para 1 (um).

A Chesf também reduzirá, no prazo de 06 (seis) meses, o número de leitos do HNAS em até 60% (sessenta por cento). E por fim, em dezembro/2020, com ou sem a transferência definitiva do HNAS para a UNIVASF, a Chesf se retirará da operação do Hospital.

Por cidadefmsantabrigida e PA4.COM.BR

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here