Dois homens morreram após o elevador que eles estavam despencar de um prédio, na manhã desta segunda-feira (18), no Corredor da Vitória, bairro nobre de Salvador. Informações iniciais apontam que uma das vítimas tinha 17 anos.

O Samu confirmou os óbitos e informou que outro homem, de 44 anos, ficou ferido. A vítima, que teve uma lesão no tornozelo, foi socorrida e levada para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há detalhes do estado de saúde do homem.

O elevador está instalado na área externa da Mansão Carlos Costa Pinto, prédio de luxo, que possui 18 andares e um apartamento por andar. Segundo informações da delegada Carmen Dolores, da 14ª DT da Barra, as vítimas caíram do 5º andar. Não há detalhes da altura os homens caíram.

Equipes da Polícia Militar e do Samu estiveram no local. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado e, por volta das 14h30, os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado na 14ª Delegacia, que fica no bairro da Barra.

Em nota, o Ministério Público do Trabalho (MPT) informou que instaurou inquérito para apurar as responsabilidades sobre o acidente. Ainda segundo o órgão, os três operários que estavam no elevador quando o equipamento despencou estavam trabalhando sustentados por uma corda presa no terraço.

Conforme o MPT, não havia indicação clara de eles usavam os equipamentos de proteção individual e coletiva exigidos para este tipo de trabalho. O Ministério Público do Trabalho afirmou, ainda, que dois auditores do órgão estiveram no local logo após o acidente, e que o inquérito vai verificar a responsabilidade sobre a contratação do serviço e a adoção das medidas de saúde e segurança exigidas para tais atividades.

Fonte: G1 BA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *