No próximo dia 29 de março, no Auditório do CDTA Campus VIII da UNEB em Paulo Afonso, das 08h30 às 13h, as Câmaras Municipais de Glória e de Paulo Afonso estarão realizando em conjunto a Audiência Pública: Baronesas e os impactos ambientais e socioeconômicos para a região do Submédio São Francisco, com o objetivo de discutir com todos os usuários e gestores das águas do rio São Francisco os impactos ambientais, sociais e econômicos causados pelo desastre ambiental com macrófitas aquáticas, em especial as baronesas.

Para o Vereador Paulo Gomes, Presidente da Câmara de Glória a situação dos reservatórios das hidrelétricas de Itaparica, Moxotó e Paulo Afonso está “totalmente fora de controle, com impactos negativos da grande quantidade de baronesas sobre as atividades de captação de água para consumo humano, consumo animal, irrigação, pesca, piscicultura, turismo e lazer”.

O presidente do Legislativo pauloafonsino, vereador Pedro Macário Neto, informa que o problema não está restrito somente a Paulo Afonso e Glória e, por isso, estão sendo convidados os municípios de Delmiro Gouveia e Piranhas em Alagoas, Petrolândia e Jatobá em Pernambuco e Canindé do São Francisco em Sergipe. “Estamos conclamando a população e os representantes destes municípios para encontrarmos uma solução conjunta já que o problema nos atinge a todos” enfatizou Macário.

Estão sendo convidados a população em geral, a sociedade civil organizada formada por associações, sindicatos e organizações não governamentais, as igrejas, as dioceses de Paulo Afonso e de Floresta, os povos e comunidades tradicionais, as colônias de pescadores, os irrigantes, piscicultores e o trade de turismo e o Ministério Público Federal e os Estaduais.

É aguardada com bastante expectativa a presença das empresas públicas de saneamento EMBASA (Bahia), CASAL (Alagoas) e COMPESA (Pernambuco) e DESO (Sergipe) e dos órgãos federais CHESF e CODEVASF e do Comitê da Bacia Hidrográfica, todos gestoras das águas do velho chico.

Fonte. pa4.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *