O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Sustentável do Nordeste (Consórcio do Nordeste) irá votar um programa para trazer médicos à região, após os médicos cubanos terem deixado o “Mais Médicos”, do governo federal. Em coletiva, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta segunda-feira (29), que o programa será complementar ao que já existe.

“Já que o governo está anunciando que nesta semana vai lançar um programa, ao invés de disputar quem lançará primeiro, vamos esperar. Aquilo que ficar não preenchido no plano nacional, faremos o preenchimento disso no plano regional. Ao invés de concorrer, queremos complementar. Primeiro queremos ver qual é a ideia do governo federal e nos vazios que ficarem, iremos complementar”, explicou em entrevista coletiva.

Ainda segundo Rui, a meta é garantir que as cidades do interior tenham acesso à saúde básica. “Estudamos três ou quatro alternativas. Preferimos aguardar o plano nacional. A ideia é reter médicos no Nordeste. Já temos números abaixo do que recomendado pelas organizações internacionais. Nas cidades do interior tem 0,5 médicos. O número é muito dramático nas cidades do interior. Nossa proposta passa por reter médicos nestes locais”, falou.

Fonte: Valera Noticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here