Em duelo de garotos, Flamengo vence o Vasco no primeiro clássico de 2020

Não teve Gabigol nem Germán Cano. Pikachu ou Arrascaeta. Tampouco Rodrigo Caio e Leandro Castán. O primeiro clássico carioca da década foi um Vasco x Flamengo recheado de garotos e reservas em um Maracanã em dia de baixo público (25.738 presentes). Longe de ser um bom espétáculo, melhor para o Rubro-Negro. Com seu time alternativo devido às férias atrasadas do elenco principal, o time de Maurício Souza venceu por 1 a 0 com gol solitário de Lucas Silva no reencontro com Abel Braga.

Como fica?

Com a vitória, o Flamengo se recuperou do empate na estreia com o Macaé e já divide a liderança do Grupo A com o Boavista com quatro pontos, mas dois gols a menos de saldo. Por sua vez, o Vasco continua sem vencer após duas rodadas e caiu para penúltimo na Chave B com apenas um ponto ganho. Na próxima rodada, o Rubro-Negro recebe o Volta Redonda sábado, às 18h (de Brasília), no Maracanã, enquanto o Cruz-Maltino, uma hora depois, visita o Boavista no Kleber Andrade (ES).

Longa invencibilidade

O Flamengo aumentou a sua série invicta contra o seu arquirrival para 15 jogos. Nessa sequência, foram seis vitórias rubro-negras e nove empates. A última derrota aconteceu há quase quatro anos, quando o Vasco aplicou 2 a 0 em Manaus, pelo Carioca de 2016.

Os 90 minutos

Vasco e Flamengo travaram um duelo pouco inspirado no Maracanã (Foto: Andre Durão)

Quem viu os primeiros minutos do jogo imaginava uma vitória tranquila do Vasco para encerrar o jejum. Nos primeiros 25 minutos, só deu Cruz-Maltino, com Ribamar muito participativo e um gol anulado pelo VAR após impedimento milimétrico do atacante. Mas o Flamengo que mal assustava achou um gol aos 27 minutos com Lucas Silva, após cruzamento de Ramon. Dali em diante, só deu Rubro-Negro. Yuri César e o próprio Lucas Silva desperdiçaram chances claras de matar o jogo, mas nem precisou. O time de Maurício Souza cozinhou o de Abel Braga em um segundo tempo sem grandes perigos e administrou o placar até o fim.

Pra Jesus ver

Jorge Jesus acompanhou o jogo em um dos camarotes do Maracanã (Foto: Marcelo Baltar)

Após passar as férias em Portugal, Jorge Jesus voltou ao Rio de Janeiro na última segunda-feira e matou a saudade do Maracanã nesta quarta. Enquanto o elenco principal ainda curte o final das férias, o técnico já começou os trabalhos e foi observar os garotos de um dos camarotes do estádio. E ainda foi pé quente o Mister.

Fonte: Globo Esporte