Santa Brígida-BA: Servidor pode receber 50% de insalubridade por vínculo com pacientes infectados com COVID-19

O vereador e presidente da câmara da cidade de Santa Brígida-BA, Clécio Santana (Tinho de Heleno) apresentou ao plenário uma emenda modificativa 001/2020 ao projeto de lei n°43 de 30 de Abril de 2020 que dispunha do pagamento de 40% de insalubridade aos servidores da saúde que estejam vinculados ao atendimento de pacientes infectados com o covid-19.

Ver. Clécio Santana “Tinho de Heleno”

A emenda modificativa apresenta por Tinho de Heleno amplia os números, chegando a contemplar não só os da área de saúde, bem como todos os servidores do município, e a insalubridade passa a ser de 50% sobre os salários dos servidores vinculados ao atendimento de pacientes infectados pelo COVID-19. A medida será adotada durante o tempo em que durar a pandemia.

Ainda de acordo com o presidente, tem um decreto do poder executivo que prevê um aumento nos salários de 20% para os servidores da saúde que estão trabalhando diretamente no combate ao COVID-19, porém a  câmara solicitou através de requerimento que fosse visto a possibilidade desse aumento ser de 40%.

As medidas segundo o edil visam ajudar todos servidores que trabalham diuturnamente no combate ao corona vírus, tendo em vista que todas as secretarias estão envolvidas nessa missão. Veja os projetos abaixo.

Tinho de Heleno falando na RÁDIO CIDADE FM sobre a emenda

Da Redação Cidade FM Santa Brígida-BA