Governador volta a falar sobre a UTI de Paulo Afonso

Semanalmente, todas as terças-feiras, o governador Rui Costa (PT) utiliza as redes sociais para levar ao ar o programa “Papo Correria” com transmissão ao vivo, no Facebook e Tweet. Com duração de mais de uma hora, ele respondeu às perguntas dos internautas ao vivo. Nas edições dos dias 9, 23 e ontem 30, cidadãos de Paulo Afonso interagiram com o governador sobre o processo de instalação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

No dia 9 de janeiro, Rui foi taxativo em reconhecer a demora da implantação e se mostrou impaciente com as exigências da Chesf e Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares). Classificou de ‘novela mexicana’ e ‘jogo de empurra’ o caso da UTI de Paulo Afonso.

Disse que esperaria por uma última reunião marcada para o final do mês e caso a Chesf não anunciasse a liberação de recursos para a construção dos leitos no Hospital Naira Alves de Souza, garantiu que o próprio Estado construiria a UTI no Hospital Municipal, localizado no Bairro Tancredo Neves (BTN 3).

No programa do dia 23, o governador Rui Costa anunciou que aconteceria uma reunião em Recife-PE na sexta-feira, dia 26 entre a Chesf, a Ebserh e o Governo do Estado e que esperaria o resultado para tomar uma decisão, ou caso contrário, se fossem marcadas novas reuniões, iria bancar com recursos próprios a UTI no hospital municipal.

“Vai ter uma reunião sexta-feira (26/1) em Recife, está indo o meu secretário da Saúde, Fábio Vilas Boas, junto com a Ebserh que administra os hospitais universitários do governo federal e a Chesf e Fábio está indo com uma missão muito clara que eu já anunciei na semana passada, ou a Chesf bate o martelo, libera o recurso para iniciar a obra no hospital da Chesf, ou eu já comuniquei ao prefeito (Luiz de Deus), eu já conversei com ele que nós vamos montar a UTI no hospital municipal mesmo e a Chesf depois resolve com a Ebserh o que vai fazer do seu hospital. Eu não vou mais esperar, essa novela já tem mais de um ano, a gente aguardando, todo dia reunião, uma atrás da outra e não se toma uma decisão, então sexta-feira agora estava marcada em Recife vai ter essa última reunião que o Estado vai participar. “Se a Chesf for liberar o dinheiro, nós vamos executar a obra no hospital da Chesf e entregar a universidade (Univasf), se não for fazer e ainda marcar novas reuniões, eu já tomei uma decisão, vou bancar com recursos próprios no hospital municipal de Paulo Afonso e cumprir esse compromisso que eu tenho com o povo de Paulo Afonso”, disse o governador.

Porém, três dias após dessas declarações do governador, a reunião do dia 25 de janeiro marcada pela Chesf foi mais uma vez cancelada.

Como o governador disse que não esperaria por novas reuniões, ontem, dia 30, em mais uma edição do Papo Correria, alguns pauloafonsinos aguardavam ansiosamente por uma posição de Rui Costa. Respondendo à pergunta do internauta Emerson Silva, Rui disse que iria retornar uma ligação para o presidente da Chesf para tomar uma decisão:

 

“Devo retornar a ligação, o presidente da Chesf me ligou eu estava viajando, vou retornar a ligação hoje à tarde e ver qual é a resposta, temos que colocar um ponto final nessa novela mexicana só chamando assim essa história de UTI e esse mês nós tomamos uma decisão, ou resolve esse imbróglio com a Chesf ou eu vou colocar a UTI no hospital municipal, mas nós vamos resolver esse mês, ou uma coisa ou outra”.

Fonte: PA4.COM.BR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *