Prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões morre de Covid-19 aos 78 anos

O prefeito do município de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões Barros (MDB), de 78 anos, morreu, no começo da manhã desta quarta-feira (8), em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. Bulhões é pai do deputado federal Isnaldo Bulhões Barros Júnior, o Isnaldinho (MDB).

O gestor estava internado na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] do Hospital do Coração, em Maceió, desde que o quadro de saúde começou a se agravar, no fim de maio. O resultado do teste que comprovou o contágio foi divulgado no dia 22 daquele mês.

A esposa dele, Renilde Bulhões, de 73 anos, suplente do senador Fernando Collor (PROS) e ex-prefeita de Santana do Ipanema, também foi infectada pelo novo coronavírus e precisou ser internada na mesma unidade de saúde. 

Diferentemente do marido, ela se recuperou da doença e recebeu alta médica, no dia 22 de junho, para continuar o tratamento de saúde em casa.

Alguns dias depois do diagnóstico, Christiane Bulhões, filha de Isnaldo e vice-prefeita, assumiu a gestão interina do município e aguardava a plena recuperação do pai. No dia da posse, bem restrita, ela disse, em carta ao povo da cidade, que aquele era um dos momentos mais difíceis de sua vida pessoal e política, taxando o coronavírus como o maior inimigo da humanidade neste momento.

“Assumo no momento mais difícil e mais preocupante que eu, meus irmãos e toda nossa família está passando, mas a obrigação que o cargo me impõe e o compromisso com nosso município me convocam a enfrentar. O coronavírus é nosso inimigo maior neste momento tortuoso que vive nosso país, juntos lutaremos incansavelmente para diminuir as perdas dessas famílias que vêm sendo vítimas deste vírus tão devastador”.

Fonte:Thiago Gomes | Portal Gazetaweb.com