Pai de Britney quer que cantora pague R$ 11 milhões a advogados que trabalham contra ela

A vida pessoal da cantora Britney Spears voltou aos holofotes depois da repercussão do documentário Framing Britney Spears, produzido pelo The New York Times.

O site Page Six divulgou um documento afirmando que Jamie Spears exige que a cantora pague mais de 3 milhões de dólares, cerca de 16 milhões de reais, em taxas judiciais do processo movido contra ela no período entre novembro de 2019 e fevereiro de 2021.

“Se aprovado pelo juiz, esse dinheiro viria da propriedade de Britney, que essencialmente estaria pagando os advogados de seu pai para lutarem contra ela no tribunal”, disse uma fonte próxima à cantora ao site.

Segundo a fonte, o valor é algo muito alto para o bolso de Britney, que não está trabalhando ultimamente e não tem pretensão de voltar enquanto estiver sob a tutela do pai, que tem a guarda desde 2008.

Ainda de acordo com a publicação, Jamie Spears pede a diva pop um pagamento por seus “serviços” prestados.

Segundo o site, o pai da artista exige um salário de US $ 16 mil por mês (aproximadamente R$ 93 mil na cotação brasileira atual), mais um US $ 2 mil (R$ 11.540 mil) de adicionais para manter um escritório.

Fonte: bahia.ba