Aliados voltam a cobrar celeridade de Rui Costa na reforma administrativa estadual

Aliados do governador Rui Costa (PT) ouvidos pelo bahia.ba nesta segunda-feira (3) voltaram a reclamar da demora do petista em fazer a prometida reforma administrativa no Executivo estadual. Na semana passada, Rui nomeou a major da Polícia Militar Denice Santiago – que foi candidata do PT a prefeita de Salvador – para a superintendência de Violência da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Ela chegou a ser cogitada para assumir o comando da Casa Civil estadual e a Secretaria de Política para as Mulheres (SPM).

“A gente sabe que o governador está focado na pandemia, mas precisa também voltar as atenções para a política. 2022 vem aí e a gente espera posições que já eram para terem sido tomadas. Há uma demora, é claro. Continuamos aguardando”, ressalta um nome ligado ao PP, que preferiu manter o anonimato.

Já um deputado estadual da base governista, espera que Rui Costa tome logo uma atitude em relação ao PDT, que apoia o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), no âmbito municipal. “O PDT vai continuar na base? Já tem uma decisão? O governador é a principal autoridade do estado, ele nomeia e exonera, a gente entende o processo da pandemia, mas também entende que a poítica é essencial. Vamos ficar parados? Vamos fortalecer a oposição?”, questiona.

Segundo a coluna Satélite, do jornal Correio, o petista teria confidenciado a aliados próximos que pretende fazer alterações em seu secretariado no inicio de maio. Ainda de acordo com a publicação, o governador não deixou claro onde vai mexer, mas pretende mudar peças em pastas do primeiro e segundo escalão. O movimento deve contemplar aliados com vistas nas eleições de 2022.

Fonte: bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *